Menino Deus

Menino Deus
"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós " (João 1,14)

«Quanto mais Me honrardes, mais Eu vos favorecerei».

Menino Jesus de Praga

sábado, 13 de janeiro de 2018

O Arcebispo Fulton Sheen e a Virgem Maria


Amorosa Senhora, vestida de azul
Ensina-me a rezar!
Jesus, para ti, pequeno filho
Tu sabes como Lhe falar!

Pegavas-Lhe, por vezes, ao colo,
Com ternura e amor sem fim?
Cantavas-Lhe, ao deitar,
Como a minha mãe canta para mim?

Histórias das coisas do Mundo…
Já Lhas tentante contar?
E Ele? Viste-o chorar?

Cuidas que ele se importa,
Se eu lhe contar de mim,
As coisinhas pequenas que vivi?

Ele vai ouvir-me, mesmo baixinho?
Consegue ouvir-me assim?
E fazem som, as asas dos anjos?
Tu, que sabes, diz-me a mim:

Amorosa Senhora, vestida de azul
Ensina-me a rezar!
Jesus, para ti, pequeno filho
Tu sabes como Lhe falar!




segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Maria conservava todas estas palavras, meditando-as em seu coração



Quando, pela primeira vez, tomou nos braços o seu Menino, o Emanuel, Maria discerniu nele uma luz incomparavelmente mais bela do que o sol, sentiu um fogo que nenhuma água teria podido apagar. Recebeu, escondida naquele pequeno corpo que acabava de nascer dela, a luz deslumbrante que ilumina tudo e mereceu ter nos braços o Verbo de Deus, que sustenta tudo quanto existe (Heb 1,3). Como não haveria de se deixar invadir pelo conhecimento de Deus, qual onda transbordando do mar (Is 11,9)? Como não haveria de ficar extasiada, fora de si mesma, elevada às alturas, em admirável contemplação? Como não haveria de se espantar ao ver-se mãe, ela que é virgem, e, cheia de alegria, Mãe de Deus? Maria compreendeu que nela se cumpriam as promessas feitas aos patriarcas, os oráculos dos profetas e os desejos dos seus antepassados, que o esperavam de todo o coração.

Ela vê o Filho de Deus que lhe é entregue; alegra-se por lhe ter sido confiada a salvação do mundo. E ouve o Senhor Deus dizer-lhe no fundo do coração: «Escolhi-te de entre tudo o que criei; abençoei-te entre todas as mulheres (Lc 1,42); entreguei o meu Filho nas tuas mãos; confiei-te o meu Unigénito. Não tenhas medo de amamentar Aquele que geraste, nem de levantar do chão Aquele que deste à luz. Aprende que Ele não é só o teu Deus mas também o teu filho. É meu Filho e é teu filho, meu Filho pela divindade, teu filho pela humanidade que em ti assumiu.» Com que afeto e com que zelo, com que humildade e com que respeito, com que amor e com que devoção não terá Maria respondido a este apelo! Os homens não podem sabê-lo, mas Deus sabe, Ele que perscruta os rins e os corações (Sl 7,10). [...] Feliz daquela a quem foi dado criar Aquele que tudo protege e alimenta, ter nas mãos Aquele que sustém todo o universo.    


Santo Amadeu de Lausana (1108-1159), monge cisterciense, bispo
4.ª homilia mariana

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017



"O Verbo era a Luz verdadeira, que, ao vir ao mundo, a todo o homem ilumina"
(Jo 1,9)

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Hoje vimos maravilhas




São Gregório de Agrigento, Bispo 
Sobre o Eclesiastes, livro 10, 2; PG 98, 1138 




A luz é suave e é bom contemplar o sol com os nossos olhos de carne [...]; é por isso que já Moisés dizia: «Deus viu que a luz era boa» (Gn 1,4). [...] 

Como é bom para nós pensar na grande, verdadeira e indefectível luz «que, ao vir ao mundo, a todo o homem ilumina» (Jo 1,9), isto é, Cristo, o Salvador do mundo e seu libertador. Depois de Se ter revelado ao olhar dos profetas, fez-Se homem e penetrou até às últimas profundezas da condição humana. É dele que fala o profeta David ao dizer: «Louvai a Deus, cantai salmos ao seu nome, abri caminho Àquele que cavalga sobre as nuvens; o seu nome é Senhor! Exultai na sua presença» (Sl 68,5) E ainda Isaías, falando bem alto: «O povo que andava nas trevas viu uma grande luz; habitavam numa terra de sombras, mas uma luz brilhou sobre eles» (9,1). [...] 

Assim, pois, a luz do sol, vista pelos nossos olhos de carne, anuncia o Sol espiritual da justiça (cf Mal 3,20), o mais suave que alguma vez Se elevou, para aqueles que tiveram a felicidade de ser instruídos por Ele e de O ver com os olhos de carne, enquanto Ele permanecia entre os homens, como um homem vulgar. E, no entanto, Ele não era apenas um homem vulgar, uma vez que tinha nascido verdadeiro Deus, capaz de dar a vista aos cegos, de fazer caminhar os coxos, de fazer ouvir os surdos, de purificar os leprosos e de trazer os mortos à vida com uma simples palavra (cf Lc 7,22).

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Angels Carol - John Rutter (letra e tradução)



Have you heard the sound...
of the angel voices...
ringing out so sweetly...
ringing out so clear?
Have you seen the star...
shining out so brightly...
as a sign from God...
that Christ the Lord is here?
Have you heard the news...
that they bring from heaven...
to the humble shepherds...
who have waited long?
Gloria in excelsis Deo!
Gloria in excelsis Deo!
Hear the angels sing their joyful song.
...
He is come in peace...
in the winter's stillness...
like a gentle snowfall...
in the gentle night.
He is come in joy.
like the sun at morning...
filling all the world...
with radiance and with light.
He is come in love...
as the child of Mary.
In a simple stable...
we have seen his birth.
Gloria in excelsis Deo!
Gloria in excelsis Deo!
Hear the angels singing:
'Peace on earth'.
...
He will bring new light...
to a world in darkness...
like a bright star shining...
in the skies above.
He will bring new hope...
to the waiting nations.
When he comes to reign...
in purity and love.
Let the earth rejoice...
at the Saviour's coming.
Let the heavens answer...
with the joyful morn:
Gloria in excelsis Deo!
Gloria in excelsis Deo!
Hear the angels singin' Christ is born
Hear the angels singin' Christ is born..



Você ouviu o som ...
das vozes dos anjos ...
cantando tão docemente ...
cantando tão claro?
Você viu a estrela ...
brilhando tão brilhantemente ...
como um sinal de Deus ...
que Cristo o Senhor está aqui?
Ouviste as notícias...
que eles trazem do céu ...
aos humildes pastores ...
que esperaram por muito tempo?
Gloria em Excelsis Deo! (Gloria a Deus nas alturas!)
Gloria em Excelsis Deo!
Ouça os anjos cantarem sua música alegre.
...
Ele vem em paz ...
na quietude do inverno ...
como uma queda de neve suave ...
na noite gentil.
Ele veio em alegria.
como o sol de manhã ...
preenchendo todo o mundo ...
com resplendor e luz.
Ele veio em amor ...
como filho de Maria.
Em um estábulo simples ...
nós vimos seu nascimento.
Gloria em Excelsis Deo!
Gloria em Excelsis Deo!
Ouça os anjos cantando:
'Paz na Terra'.
...
Ele trará luz nova ...
para um mundo na escuridão ...
como uma estrela brilhante brilhando ...
acima nos céus.
Ele trará nova esperança ...
para as nações de espera.
Quando ele reinar ...
na pureza e no amor.
Deixe a terra se alegrar ...
na vinda do Salvador.
Deixe os céus responder ...
com a manhã alegre:
Gloria em Excelsis Deo!
Gloria em Excelsis Deo!
Ouça os anjos cantando Cristo nasceu
Ouça os anjos cantando Cristo nasceu ...